16.3 C
Nova York
Terça-feira, Novembro 12, 2019
No menu items!

Trump cria taxa para pedido de asilo e veta trabalho de imigrantes sem documentos

Must Read

Demi Lovato tem que se desculpar depois de sua visita a Israel

Demi Lovato esbanjou alegria ao falar sobre sua visita “mágica” a Israel, dizendo que sentia um “senso de espiritualidade”...

Israel prepara plano de US$ 14 milhões para transferência de embaixadas a Jerusalém

O Ministério de Relações Exteriores de Israel está preparando um plano no valor de 50 milhões de shekels (...

Bolsas de Estudos Judaicos para brasileiros estudarem em Nova York

Por ano, o programa da American Jewish College em Nova York oferece cerca de 70 bolsas para brasileiros em...

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, determinou que seu governo cobre uma taxa sobre os pedidos de asilo, em novo pacote de medidas contra a imigração sem documentos, informou a Casa Branca.

No memorando, Trump introduz diversas alterações nas regras imigratórias do país, como a proibição de que pessoas que entraram sem documentos no país possam receber permissão de trabalho, mesmo que temporário. O líder de Washington também instruiu aos servidores que revoguem a autorização de trabalho para imigrantes sob ordem de deportação definitiva.

O pacote chega duas semanas após o procurador-geral dos EUA, Bill Barr, pedir aos juízes que não concedam liberdade sob fiança a solicitantes de asilo detidos após entrarem ilegalmente no país, segundo a imprensa americana.

Trump insiste, desde o início de sua Presidência, que os Estados Unidos estão sendo invadidos por imigrantes e pedidos de asilo. O departamento americano de Defesa anunciou nesta segunda-feira o envio de mais 320 soldados à fronteira com o México para apoiar os agentes de imigração.

Uma família de imigrantes é detida durante uma ação na fronteira.

 

As tropas, que devem chegar à fronteira até o final de setembro, se somarão aos cerca de 2.900 militares e 2.000 membros da Guarda Nacional atualmente postados na fronteira.

O porta-voz do Pentágono, coronel Jamie Davis, disse que as tropas auxiliarão no transporte, monitoramento da saúde e custódia dos imigrantes, incluindo sua alimentação e aquecimento.

“Em qualquer situação que exija a presença do pessoal do departamento de Defesa próximo aos imigrantes, o pessoal da ordem pública do departamento de Segurança Interna (DHS, Department of Homeland Security) estará presente para realizar todas as funções de custódia e de cumprimento da lei”, destacou Davis.

Nos últimos meses, milhares de imigrantes chegaram ao México, especialmente centro-americanos que fugiram da pobreza e da violência em seus países. O presidente americano, Donald Trump, que descreve este movimento como uma ameaça à segurança nacional, é criticado por organizações humanitárias.

 

Fonte: Redação Braziliantimes
- Advertisement -

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
- Advertisement -

Latest News

Demi Lovato tem que se desculpar depois de sua visita a Israel

Demi Lovato esbanjou alegria ao falar sobre sua visita “mágica” a Israel, dizendo que sentia um “senso de espiritualidade”...

Israel prepara plano de US$ 14 milhões para transferência de embaixadas a Jerusalém

O Ministério de Relações Exteriores de Israel está preparando um plano no valor de 50 milhões de shekels ( 14.2 milhões de dólares) para...

Bolsas de Estudos Judaicos para brasileiros estudarem em Nova York

Por ano, o programa da American Jewish College em Nova York oferece cerca de 70 bolsas para brasileiros em Estudos Judaicos. Confira os pré-requisitos...

Bolsonaro diz que ainda pode mudar embaixada para Jerusalém até 2022

"Declaração foi dada um dia após anúncio da abertura de um escritório comercial em Jerusalém, o que havia sido visto como um recuo do...

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos Estados Unidos. Todos querem conhecer...
- Advertisement -

More Articles Like This

- Advertisement -