11:18 pm - Segunda-feira Junho 17, 2019

Trabalhadores imigrantes de NJ e NY celebram Dia do Trabalhador

47 Viewed
Trabalhadores celebram May Day

Na quarta-feira, 1º de maio, trabalhadores de todo o mundo celebraram o Dia Internacional do Trabalhador, também conhecido nos Estados Unidos como “May Day”, que presta homenagem aos funcionários e suas lutas.

A celebração anual cresceu após um movimento do século XIX, que lutou pelos direitos trabalhistas e uma jornada de trabalho de oito horas nos Estados Unidos.

“A maioria dos americanos não percebe que o Dia so Trabalhador tem suas origens neste país e é tão ‘americano’ quanto o beisebol e a torta de maçã”, de acordo um comunicado da associação dos Trabalhadores Industriais do Mundo (IWW, sigla em inglês).

“Precisamos lembrar que pessoas foram baleadas para que pudéssemos ter uma carga horária de oito horas; casas, com famílias dentro, foram queimadas e destruídas para que o sábado se tornasse parte do descanso de fim de semana; As pessoas lutaram pelos direitos e dignidades que desfrutamos hoje, e ainda há muito mais para lutar. Os sacrifícios de tantas pessoas não podem ser esquecidos ou vamos acabar lutando por esses mesmos ganhos mais uma vez. É por isso que celebramos o Dia de Maio”.

No dia primeiro de maio, apesar de ser feriado no Brasil, nos Estados Unidos esta data não é muito celebrada, mas os trabalhadores imigrantes deram uma parada para comemorar e lembrar aqueles que lutaram pelos direitos que beneficiam todos até hoje.

Neste dia, grupos de imigrantes e trabalhadores de New York e New Jersey se uniram para pedir a expansão do acesso a carteiras de motorista para todos, independentemente do status de imigração. As organizações destacaram o impacto positivo que a expansão teria na segurança no trânsito, na economia de cada estado e na manutenção das famílias. A marcha aconteceu “à sombra da Estátua da Liberdade”, no J. Owen Grundy Pier, em Jersey City.

 

 

Fonte: Redação Braziliantimes

FORRÓ EM NOVA IORQUE, UMA CENA EM ASCENSÃO

Morre a madrinha do samba, Beth Carvalho, aos 72 anos

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of