16.2 C
Nova York
Terça-feira, Setembro 17, 2019
No menu items!

Senado dos EUA derruba declaração de emergência nacional de Trump

Must Read

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos...

A Casa do Brasil Comemora 60 anos

A História da Casa do Brasil em Nova York (CB-NY) remonta à instalação do primeiro Centro Cultural Brasileiro nos Estados Unidos. Fundada em 1959,...

Em Israel, ex-goleiro do Flamengo divide tempo entre exército e carreira no futebol

Daniel Tenenbaum defendeu clube Rubro-Negro por dez anos e agora vive vida dupla nas forças aéreas israelenses e no...

O Senado dos Estados Unidos se uniu à Câmara dos Deputados na quinta-feira (14) e derrubou a declaração de emergência nacional na fronteira sul feita por ele em 15 de fevereiro. A medida dava permissão para Trump usar recursos para a construção do muro sem o aval do Congresso.

O Senado votou por 59 a 41 votos para derrubar a emergência.

Trump prometeu um veto à medida, instrumento que ainda não usou como presidente. Avalia-se que haja republicanos suficientes no Congresso para bloquear qualquer tentativa de derrubada do veto. Dois terços da Câmara e do Senado são necessários para reverter um veto presidencial.

Declaração de emergência

Uma emergência nacional daria a Trump a permissão para usar fundos federais sem aprovação do Congresso. O presidente queria verba para construir um muro na fronteira com o México, uma de suas principais promessas de campanha.

Entre dezembro e janeiro algumas agências federais dos EUA ficaram paralisadas, sem orçamento, por conta de um impasse entre os congressistas e o presidente sobre o financiamento para o muro. Foi a paralisação mais longa da história do país. No dia 25 de janeiro, Trump assinou um acordo para encerrar a paralisação temporariamente, até 15 de fevereiro, mas a questão da verba para o muro continuou em aberto.

Na noite de 14 de janeiro, o Congresso dos EUA aprovou um novo projeto de lei de orçamento que, ratificado por Trump, evita uma nova paralisação parcial do governo.

Trump queria incluir $5,7 bilhões para a construção do muro fronteiriço na lei, mas os democratas, que têm maioria na Câmara dos Deputados, se recusaram, fazendo o mandatário optar pela declaração de emergência. (Com informações do G1).

- Advertisement -

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
- Advertisement -

Latest News

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos...

A Casa do Brasil Comemora 60 anos

A História da Casa do Brasil em Nova York (CB-NY) remonta à instalação do primeiro Centro Cultural Brasileiro nos Estados Unidos. Fundada em 1959, na cidade conhecida como a...

Em Israel, ex-goleiro do Flamengo divide tempo entre exército e carreira no futebol

Daniel Tenenbaum defendeu clube Rubro-Negro por dez anos e agora vive vida dupla nas forças aéreas israelenses e no gol do Macabi Tel Aviv,...

Israel se prepara para a revolução do transporte inteligente

Com carros elétricos autônomos e aplicativos de que compartilham carona gradativamente substituindo carros particulares, Israel divulgou um relatório que pretende se tornar a base...

Startup israelense que investe no monitoramento de lavouras mira o Brasil

Três anos atrás, ao se aposentar do serviço na inteligência militar israelense, onde trabalhou mais de 30 anos, Israel Talpaz passou a procurar “o...
- Advertisement -

More Articles Like This

- Advertisement -