16.2 C
Nova York
Terça-feira, Setembro 17, 2019
No menu items!

Rockets batem Westbrook, eliminam o Thunder e esperam Spurs ou Grizzlies

Must Read

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos...

A Casa do Brasil Comemora 60 anos

A História da Casa do Brasil em Nova York (CB-NY) remonta à instalação do primeiro Centro Cultural Brasileiro nos Estados Unidos. Fundada em 1959,...

Em Israel, ex-goleiro do Flamengo divide tempo entre exército e carreira no futebol

Daniel Tenenbaum defendeu clube Rubro-Negro por dez anos e agora vive vida dupla nas forças aéreas israelenses e no...

Time de Houston conta com mais um bom desempenho de seus reservas para superar grande atuação do armador do Thunder, vencer por 105 a 99 e fechar a série.

Russell Westbrook mostrou todas as suas credenciais de candidato ao prêmio de MVP da temporada regular da NBA, a liga americana de basquete. Ele fez de tudo em quadra, mas não foi capaz de sozinho sobreviver aos playoffs. Nesta terça-feira, o Houston Rockets contou mais uma vez com um desempenho importante de seu banco de reservas, incluindo o brasileiro Nenê, e 34 pontos de James Harden para vencer por 105 a 99 o Oklahoma City Thunder, em casa, e fechar a série melhor de sete jogos em 4 a 1. Agora, o time espera o vencedor do duelo entre San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies para saber o seu adversário na semifinal da Conferência Oeste.

Além de seus 34 pontos, Harden ainda conseguiu oito rebotes e quatro assistências. Os reservas dos Rockets marcaram 44 pontos contra 22 do Thunder, incluindo 14 de Nenê, que pegou também sete rebotes. Westbrook se despediu com mais uma grande atuação, somando 47 pontos, 11 rebotes e nove assistências, além de sete desperdícios de bola.

O jogo foi quente desde o início. Patrick Beverley tratou de esquentar as coisas em uma discussão com Victor Oladipo e depois com Enes Kanter, que estava no banco de reservas. Mas o Thunder conseguiu controlar o confronto no primeiro quarto, com uma defesa, tocos de Steven Adams e Andre Roberson, que fizeram o time abrir 22 a 16.

Mas toda a força defensiva ficou no primeiro quarto. Os Rockets cresceram ofensivamente com a força de seu banco de reservas, formada por Lou Williams, Eric Gordon e o brasileiro Nenê. Isso fez o time abrir vantagem no segundo período, fechando em 51 a 44.

Esse ritmo continuou. Os Rockets conseguiram abrir sua maior vantagem no jogo, chegando a 61 a 50 a sete minutos do fim do terceiro quarto. Então, Westbrook esquentou com 20 pontos no período e colocou o Thunder novamente em condições de brigar pela vitória, virando para 77 a 72.

O começo do último quarto complicou a vida do Thunder. Com Westbrook no banco de reservas, os Rockets aproveitaram os dois primeiros minutos para recuperar o ritmo ofensivamente e defensivamente, incluindo dois tocos de Clint Capela, e assumir a liderança do jogo mais uma vez.

Westbrook precisou voltar rapidamente, mas não conseguiu recuperar a boa sequência do terceiro quarto. Ainda entrou em uma discussão com Beverley, sendo punido com uma falta técnica. Na sequência, cometeu sua quinta falta e jogou os último quatro minutos pendurado. Os Rockets foram inteligentes e passaram a jogar em cima dele. Foi o suficiente para administrar o placar e fazer a festa da torcida com a classificação para a semifinal do Oeste.

3º Houston Rockets 4 x 1 Oklahoma City Thunder 6º
Jogo 1 – 16/4 – Houston Rockets 118 x 87 Oklahoma City Thunder
Jogo 2 – 19/4 – Houston Rockets115 x 111 Oklahoma City Thunder
Jogo 3 – 21/4 – Oklahoma City Thunder115 x 113 Houston Rockets
Jogo 4 – 23/4 – Oklahoma City Thunder 109 x 113Houston Rockets
Jogo 5 – 25/4 – Houston Rockets 105 x 99 Oklahoma City Thunder

 

Fonte; globo.com

- Advertisement -

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
- Advertisement -

Latest News

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos...

A Casa do Brasil Comemora 60 anos

A História da Casa do Brasil em Nova York (CB-NY) remonta à instalação do primeiro Centro Cultural Brasileiro nos Estados Unidos. Fundada em 1959, na cidade conhecida como a...

Em Israel, ex-goleiro do Flamengo divide tempo entre exército e carreira no futebol

Daniel Tenenbaum defendeu clube Rubro-Negro por dez anos e agora vive vida dupla nas forças aéreas israelenses e no gol do Macabi Tel Aviv,...

Israel se prepara para a revolução do transporte inteligente

Com carros elétricos autônomos e aplicativos de que compartilham carona gradativamente substituindo carros particulares, Israel divulgou um relatório que pretende se tornar a base...

Startup israelense que investe no monitoramento de lavouras mira o Brasil

Três anos atrás, ao se aposentar do serviço na inteligência militar israelense, onde trabalhou mais de 30 anos, Israel Talpaz passou a procurar “o...
- Advertisement -

More Articles Like This

- Advertisement -