O Rabino Ovadiah Tank, Relações Exteriores da Confederação Judaica Mundial em Washington DC; Chefe do Comitê Judaico Brasileiro de Capelania nos Estados Unidos e Professor de Direito Talmúdico na American Jewish College em Nova York, publicou a ‘Receita’ para judeus brasileiros nos EUA e alertou: Todos os seres humanos de bem que seguem a conduta das sete leis universais de cidadania pode obter a Paz e a intervenção Divina”

Vários países decidiram celebrar o dia da palma (dia da paixão) amanhã domingo, 5 de abril.

Presidente Trump (EUA), países da Europa, países da América Central e do Sul, com destaque para o Brasil, onde o Presidente Jair Bolsonaro declarou o “Dia do Jejum”.

“Definitivamente, nunca vimos isso antes, mas era o que eu esperava dos líderes das nações e de seu povos”, disse Rabino Tank.

“Exatamente a mesma coisa aconteceu quando D’us fechou a Arca de Noé. As pessoas começaram a acreditar na palavra de Noé quando viram a chuva inundar suas casas e as pessoas estavam morrendo …”

“Apenas 20% do povo judeu acreditava em Moises (D’us) no Egito. 80% morreram com as pragas. Mesmo tendo outras 9 pragas para fazer “Teshuva” (arrepender-se)”.

Sete Leis Universais de Cidadania?

Precisamos apenas olhar para o caos em que nos encontramos vivendo hoje, a fim de reconhecer a validade dessas afirmações verdadeiras.

1. Não praticar idolatria
2. Não blasfemar contra D’us
3. Não cometer homicídio
4. Não roubar
5. Não cometer adultério e não manter relações incestuosas
6. Estabelecer tribunais
7. Não molestar os animais ingerindo um órgão retirado em vida

Relacionamento com D-us:

“Os seres humanos interagem com o mundo em três níveis: pensamento, fala e ação. Cada um desses três é a chave para os três relacionamentos básicos: você age por si mesmo através do pensamento ou da vontade. Você interage com D-us através da fala. E você se relaciona com os outros através de ações”.

“Em nossa busca de nos aperfeiçoar, precisamos também elevar os outros e elevar nosso relacionamento com D-us. É necessário ter sucesso e equilíbrio em três para crescer verdadeiramente neste mundo”.

Teshuvá (Retorno), Tefilá (Oração) e Tsedacá (Justiça) evitam o mau decreto.

Teshuva significa literalmente “retorno” – para retornar à pureza dentro de si. Teshuva é o ato final de auto-reconhecimento e a principal ferramenta de auto-perfeição. Teshuva é um processo intelectual. Requer que você identifique suas obrigações, entenda suas ações, reconheça as conseqüências de suas escolhas e resolva exercer sua vontade sobre suas ações futuras.

Tefillah ou oração, deriva da palavra hebraica “focar”. Nós nos concentramos no que é verdadeiramente significativo e importante. Qual é o “serviço” que Deus exige de nós? Clareza e foco”. “Nó judeus fazemos nosso culto orando e cantando à D-us três vezes ao dia. Paramos todas as manhãs e perguntamos: “O que estou tentando realizar com minha vida e o que vou fazer hoje para progredir?” À tarde, paramos e perguntamos: “Como estou hoje?” E todas as noites refletimos: “Como consegui hoje?” Os membros da Grande Assembléia fixaram a linguagem específica da oração – não para nos limitar, mas para ajudar a guiar-nos em direção ao que devemos desejar da vida.

Tzedakah é frequentemente traduzida como “caridade”. É tudo menos isso. Tsedacá é “justiça” – fazer a coisa certa. “Somos obrigados a olhar para outros seres humanos, tentar entender o que lhes falta e procurar ajudá-los. Um dos piores erros é fechar os olhos e se tornar insensível ao sofrimento dos outros. No seu nível mais alto, a tsedacá exige que “entendamos” outro ser humano: quem é ele? O que ele falta? Como posso ajudá-lo a cumprir seu papel na vida? Então eu preciso agir”.

Este foi o quarto Shabat (Sábado 4 de abril) consecutivo em que o povo judeu orou pelas nações. O Rabino Tank relata como devemos agir contra o vírus:

“Não podemos agir com uma fé cega, por emoção. Tudo começa no nosso intelecto com a sabedoria, conhecimento e compreensão (pensar com foco), daí então vem a fala (oração) e ao ouvir as palavras da oração se ascende a fé. Mecanismo divino que devemos aplicar a todo instante, para trazer a certeza da segurança e consequentemente a paz”.

“Que D-us nos livre dessa crise rapidamente e esteja na consciência de todos os governantes. Que conceda uma recuperação completa aos que estão doentes e conforte aqueles em que estão de luto, Amém!”

Rabino O.Tank, RabbiTank@gmail.com