16.2 C
Nova York
Terça-feira, Setembro 17, 2019
No menu items!

Pence anuncia que Estados Unidos vão impor mais sanções à Venezuela

Must Read

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos...

A Casa do Brasil Comemora 60 anos

A História da Casa do Brasil em Nova York (CB-NY) remonta à instalação do primeiro Centro Cultural Brasileiro nos Estados Unidos. Fundada em 1959,...

Em Israel, ex-goleiro do Flamengo divide tempo entre exército e carreira no futebol

Daniel Tenenbaum defendeu clube Rubro-Negro por dez anos e agora vive vida dupla nas forças aéreas israelenses e no...

Reiterando a legitimidade do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, e com críticas severas ao governo de Nicolás Maduro, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, anunciou hoje (25) novas sanções ao país vizinho. Ele recomendou ainda que 12 dos 14 membros do Grupo de Lima façam o mesmo, uma vez que Canadá e Colômbia impuseram restrições à gestão de Maduro.

“Nos próximos dias, os Estados Unidos anunciarão sanções ainda mais fortes contra as corruptas redes financeiras do regime. Encontraremos cada dólar que eles roubaram e devolveremos esse dinheiro para o povo venezuelano à medida que continuamos a trazer benefícios econômicos e diplomáticos”, afirmou Pence, que participa em Bogotá, Colômbia, da reunião do Grupo de Lima, convocada extraordinariamente para discutir a crise venezuelana.

Formado em 2017 por chanceleres dos países das Américas, o grupo tem por objetivo tratar da situação da Venezuela e buscar formas de o país voltar à normallidade democrática.

Segundo Mike Pence, a pressão será mantida. “[Vamos fazer] pressão sobre o regime de Maduro, esperamos uma transição pacífica para a democracia, mas, como o presidente [Donald] Trump deixou claro, todas as opções estão na mesa.”

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, já havia mencionado a possibilidade de o governo norte-americano aplicar mais sanções à Venezuela.

Militares

Pence se dirigiu também aos militares das Forças Armadas da Venezuela que se mantêm fieis a Maduro. De acordo com o vice-presidente americano, é “chegada a hora”  de compreender a legitimidade de Guaidó como presidente interino e aceitar a oferta de anistia. Do contrário, Pence foi claro: as consequências serão graves, e o isolacionismo é certo.

“Vocês podem escolher aceitar a oferta de Guaidó de anistia, mas se vocês escolherem continuar a apoiar Maduro, vocês serão responsabilizados. Vocês não vão encontrar nenhuma saída fácil, nenhuma escapatória”, ressaltou o norte-americano.

Pence negou que os Estados Unidos ou Guaidó adotem medidas com caráter de vingança. “O presidente Guaidó não busca a vingança, os Estados Unidos, também não. Se vocês [militares venezuelanos] assumirem a bandeira da democracia, o presidente Guaidó e os governo dos Estados Unidos vão acolher e garantir que serão liberados das sanções impostas.”

Dinheiro

O vice-presidente anunciou ainda o repasse de US$ 56 milhões a mais para apoiar os países da região no suporte à Venezuela. Pence destacou o papel da poppulação venezuelana, que saiu às ruas pedindo democracia e liberdade. “O povo que ama a liberdade da Venezuela, saiba que vocês não estão sozinhos.”

Ele afirmou ainda que o esforço internacional é para assegurar uma transição pacífica na Venezuela. “Chegou a hora”, repetiu o vice-presidente, mais de uma vez. “O dia está chegando”, afirmou. “O povo verá o resnascimento da liberdade. O bom povo da Venezuela.”

Fonte: Agência Brasil Brasília

- Advertisement -

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
- Advertisement -

Latest News

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos...

A Casa do Brasil Comemora 60 anos

A História da Casa do Brasil em Nova York (CB-NY) remonta à instalação do primeiro Centro Cultural Brasileiro nos Estados Unidos. Fundada em 1959, na cidade conhecida como a...

Em Israel, ex-goleiro do Flamengo divide tempo entre exército e carreira no futebol

Daniel Tenenbaum defendeu clube Rubro-Negro por dez anos e agora vive vida dupla nas forças aéreas israelenses e no gol do Macabi Tel Aviv,...

Israel se prepara para a revolução do transporte inteligente

Com carros elétricos autônomos e aplicativos de que compartilham carona gradativamente substituindo carros particulares, Israel divulgou um relatório que pretende se tornar a base...

Startup israelense que investe no monitoramento de lavouras mira o Brasil

Três anos atrás, ao se aposentar do serviço na inteligência militar israelense, onde trabalhou mais de 30 anos, Israel Talpaz passou a procurar “o...
- Advertisement -

More Articles Like This

- Advertisement -