A polícia de Jerusalém relatou a apreensão de dois suspeitos supostamente ligados a ataques de bombas incendiárias contra casas judias na capital do leste.

Em 24 de dezembro de 2018, a polícia foi convocada para um prédio em Jerusalém Oriental, habitado por várias famílias judias, que relataram um ataque de bomba de fogo contra o prédio.

A investigação levou à prisão dos suspeitos, que estão sob investigação. A polícia acredita que eles são os principais suspeitos nos ataques e prisões adicionais são prováveis.