16.2 C
Nova York
Terça-feira, Setembro 17, 2019
No menu items!

EUA começam a posicionar sistema de defesa antimíssil na Coreia do Sul

Must Read

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos...

A Casa do Brasil Comemora 60 anos

A História da Casa do Brasil em Nova York (CB-NY) remonta à instalação do primeiro Centro Cultural Brasileiro nos Estados Unidos. Fundada em 1959,...

Em Israel, ex-goleiro do Flamengo divide tempo entre exército e carreira no futebol

Daniel Tenenbaum defendeu clube Rubro-Negro por dez anos e agora vive vida dupla nas forças aéreas israelenses e no...

Seul prevê que instalação estará completa para operação até o final deste ano.

Os militares dos Estados Unidos começaram a transferir partes do sistema antimíssil THAAD para o sul da Coreia do Sul, que informou que a instalação estará completa para sua operação total até o final deste ano, segundo a agência Reuters.

“A Coreia do Sul e os Estados Unidos têm trabalhado para garantir uma capacidade operacional inicial do sistema THAAD em resposta ao avanço da ameaça nuclear e de mísseis da Coreia do Norte”, disse o ministério da Defesa sul-coreano em comunicado na quarta-feira (horário local).

Washington e Pyongyang estão aumentando a pressão um contra o outro nas últimas semanas, com os Estados Unidos enviando um grupo de porta-aviões e submarino nuclear para a região e a Coreia do Norte tentando mais lançamentos de mísseis.

ENTENDA COMO FUNCIONA O SISTEMA THAAD

USS Michigan

Um submarino americano com mísseis guiados que foi enviado à Coreia do Sul chegou ao porto de Busan, sudeste do país, nesta terça-feira (25). Uma autoridade da Marinha da Coreia do Sul disse que o submarino fez uma parada de rotina para que a tripulação descanse e o veículo seja reabastecido. Ele não deve participar dos exercícios navais conjuntos entre EUA e Japão que ocorrem na região desde o último domingo.

A chegada do submarino coincide com o exercício com fogo real realizado na Coreia do Norte por ocasião do 85º aniversário da fundação de seu exército. Segundo fontes do governo da Coreia do Sul, citadas pela agência de notícias sul-coreana “Yonhap”, o líder norte-coreano Kim Jong-un teria testado artilharia de longo alcance.

Além do submarino, os EUA enviaram à península da Coreia o porta-aviões americano Carl Vinson, em resposta aos contínuos testes balísticos norte-coreanos.

A embarcação e sua frota de ataque se encontram atualmente realizando exercícios conjuntos estratégicos com tropas japonesas no Pacífico e planejam se aproximar da península da Coreia no final desta semana.

Fontes; globo.com

- Advertisement -

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
- Advertisement -

Latest News

BRDay NY agita os EUA

Apesar de ser uma festa brasileira, o BR Day NY está movimentando pessoas de diversas nacionalidades que moram nos...

A Casa do Brasil Comemora 60 anos

A História da Casa do Brasil em Nova York (CB-NY) remonta à instalação do primeiro Centro Cultural Brasileiro nos Estados Unidos. Fundada em 1959, na cidade conhecida como a...

Em Israel, ex-goleiro do Flamengo divide tempo entre exército e carreira no futebol

Daniel Tenenbaum defendeu clube Rubro-Negro por dez anos e agora vive vida dupla nas forças aéreas israelenses e no gol do Macabi Tel Aviv,...

Israel se prepara para a revolução do transporte inteligente

Com carros elétricos autônomos e aplicativos de que compartilham carona gradativamente substituindo carros particulares, Israel divulgou um relatório que pretende se tornar a base...

Startup israelense que investe no monitoramento de lavouras mira o Brasil

Três anos atrás, ao se aposentar do serviço na inteligência militar israelense, onde trabalhou mais de 30 anos, Israel Talpaz passou a procurar “o...
- Advertisement -

More Articles Like This

- Advertisement -