11:19 pm - Segunda-feira Junho 17, 2019

Eduardo Bolsonaro diz que brasileiros que “comentem delitos” nos EUA são “uma vergonha”

72 Viewed
Deputado com o boné "Make Brasil Great Again" - foto de Paole De Orte

Presidente da Comissão de Relações Exteriores, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, declarou à imprensa no sábado (16) que os imigrantes brasileiros que cometem delitos nos Estados Unidos são vergonha para o Brasil. Além disso, o deputado do PSL disse que uma eventual suspensão da obrigatoriedade de visto para brasileiros visitarem os Estados Unidos vai fazer com que mais brasileiros se tornem ilegais no exterior.

“Será que estou falando um grande absurdo ao dizer que, sem a necessidade de visto, várias pessoas entrariam nos EUA de maneira ilegal e ilegalmente permaneceriam lá? Acredito que não”, disse o filho do presidente.

Eduardo Bolsonaro faz parte da comitiva que acompanha o presidente em visita aos Estados Unidos, onde será anunciado o fim da necessidade de visto para americanos, canadenses, australianos e japoneses no Brasil. O presidente Jair Bolsonaro vai encontrar com seu colega, o presidente Donald Trump, no dia 19, em Washington.

Usando um  boné com os dizeres “MAKE BRASIL GREAT AGAIN” (faça o Brasil grande de novo), no mesmo estilo do “MAKE AMERICA GREAT AGAIN”, de Trump, Eduardo Bolsonaro disse ainda que a suspensão da necessidade de visto para brasileiros nos Estados Unidos está descartada, rompendo com a política de reciprocidade nas relações exteriores brasileiras, uma tradição de décadas, que estabelece igual tratamento para cidadãos estrangeiros no Brasil e cidadãos brasileiros no exterior.

“A pergunta que eu faço é a seguinte: quantos americanos vão vir morar no Brasil ilegalmente no Brasil com essa brecha? Agora vamos fazer a pergunta contrária: e se os Estados Unidos permitirem que o brasileiro entre lá sem visto? Quantos brasileiros vão se passar por turista para vir morar ilegalmente aqui? O brasileiro que vem para cá de maneira regular é bem-vindo. Brasileiro ilegalmente fora do país é problema para o Brasil, é vergonha nossa”, disse o deputado.

Eduardo Bolsonaro viajou um dia antes do pai, para participar da exibição de um filme sobre Olavo de Carvalho, considerado o mentor intelectual e ideológico do governo Bolsonaro. O encontro foi no Trump International Hotel, em Washington e contou com a presença de admiradores, além de Olavo e Steve Bannon, guru ideológico da campanha de Donald Trump à presidência em 2016, e que durante alguns meses trabalhou na Casa Branca como estrategista-chefe do governo Trump.

Filed in

Governador da Flórida afirma que quer banir cidades ‘santuário’ para imigrantes

Estudo comprova que imigração beneficia a economia dos EUA

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of