Em 1960, a Casa do Brasil em Nova York realizou seus primeiros eventos culturais, sendo que, em meados de novembro, passou a contar com o apoio da então, Cônsul-Geral em Nova York, Sra. Dora Vasconcellos, que com muito afinco se esmerou em realizar contatos com personagens de relevo da música erudita, como, por exemplo, o Maestro Heitor Villa Lobos a fim de dar mais visibilidade aos nossos eventos.

Em 1962, com o sucesso da Bossa Nova  que se tornou um dos movimentos mais influentes da história da música popular brasileira , os oficiais do Governo Federal e o Ministro das Relações Exteriores (Itamaraty) acreditaram que seria possível conectar a música com a política no Brasil, momento em que a Sra. Dora Vasconcellos sugeriu ao Itamaraty patrocinar a vinda de vinte e dois músicos brasileiros para tocar e cantar em Nova York. Aproveitando o evento de gala a Casa do Brasil homenageia João Gilberto com o titulo de Embaixador da Cultura Brasileira nos Estados Unidos.

João Gilberto recebe o titulo de Embaixador da Cultura Brasileira nos Estados Unidos.